Segunda-feira, 18 de Junho de 2007
Only a surfer knows the feeling
Gostava de ser eu... mas não sou. Quem sabe um dia =)

Gostava de ser eu mas não sou... Quem sabe um dia! =)



E eu que já me tinha esquecido das vantagens de ter um blogue! Estava eu nesta tarde urbana ("bucólica" também ficava bonito, mas não se aplica pois espreito pela janela e só vejo uma diarreia arquitectónica à minha frente) a preparar-me para ir ler "A Morte", by Schopenhauer, em Dores do Mundo  e eis que sou salva pelas maravilhas do ciberespaço. Acho que a minha única leitora merece que eu faça um interregno nos meus estudos e me dedique a escrever um post catita.
Ora bem, perguntam os meus fans porque razão me tornei surfista. Talvez para não vir a cometer sucídio, depois de tantas leituras que tenho feito sobre este tema tão iluminado que é o da Morte. Porque isto de fazer uma tese sobre funerais e mas media não é tão divertido como se pode pensar à partida. Supresos 'né? É claro que estou a exagerar um pouco, mas o exagero tem algum fundo de verdade. Há alturas em que me apetece desancar em tudo e todos e só uma boa surfada me faz regressar ao ser "doce e gentil" que afinal sou [risos]. Já dizia aquela música "Only a surfer knows de feeling". Pois bem, podia ser Homero encarnado (ou incarnado?!) que não seria capaz de descrever em toda a plenitude a sensação de estar no mar, fazer parte dele. Esta comunhão é algo de transcendente, impossível de relatar, quase divina de mais para um humano sentir. A minha querida Sophia de Mello Breyner consegue colocar em palavras muito daquilo que em sinto quando corto uma onda, quando vejo um pôr-do-sol no meio do mar, sinto um cardume de peixes mesmo ao meu lado ou o piar das gaivotas e andorinhas do mar. Fecho os olhos, inspiro e sou feliz. Há uma estranha adrenalina a percorrer o corpo, um cansaço que nos deixa leve, a alma que flutua, um sorriso inconsciente espraiado na boca.  O porquê de me tornar surfista, ou bodyboarder para ser mais precisa, foi exactamente a curiosidade de experimentar estas sensações. É como quem experimenta um charro porque vê nos outros o quão parece bom "estar charrado". Garanto que é igualmente viciante, mas com a diferença que surfar é saudável, faz bem ao corpo e à mente, faz-nos sentir pequenos olhando com outros olhos a natureza, faz-nos sentir abençoados porque estamos vivos e podemos disfrutar assim dela. Além do mais, é uma "pedra" permanente.
Sempre gostei do oceano, das paisagens marítimas, do cheiro a maresia, da calma de uma praia no inverno. De estudar em cima de uma rocha qualquer ouvindo as ondas. De fotografar tudo isto, numa tentativa de cristalizar a Beleza. Via os outros, os tais "pedrados", a debaterem-se nas ondas horas a fio e depois, já com o sol deitado e o frio insuportável, voltarem do mar com a Alegria pintada na cara. "Isto não é para mim" - pensava eu. Mas tive a sorte de conhecer a pessoa certa que me incentivou a tentar e, sem dúvida, a ousar ser mais feliz.

Naquele bocadinho, quando estou no mar, não penso em absolutamente mais nada. Sinto o equilíbrio regressar ao corpo e tenho a certeza que sairei de lá alguém muito mais sereno e confiante o suficiente para agarrar o mundo.
Estou...: zen
tags: ,
memorizado por LaraR às 16:53
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Olinda Gil a 19 de Junho de 2007 às 20:14
É sempre bom... termos algo para além do que sempre fazemos...

Mas já conseguiste tirar o sapo dos olhos...

Loooooooooooll

e viva o mar

Comentar post

Eu sou...
tags

todas as tags

Tempo dividido...
Pesquisa
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Memórias Recentes

Podia ser tão fácil como ...

Ousar e Vencer

Some summer memories...

Na Onda da Rita

Madeira: um sonho aqui tã...

Guaranteed

Dream as if you'll lve fo...

Madeira das massas...

Boilling Point

Terceira Etapa do Circuit...

Tempos Passados

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

subscrever feeds