Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009
Na Onda da Rita

              

               Nesta edição dedicada às meninas, não poderia deixar de falar nesta coluna de uma das atletas actualmente melhor sucedidas do panorama do desporto nacional. Rita Pires é uma bodyboarder de “B” maiúsculo, com uma carreira recheada de títulos e bem gerida mediaticamente. Aos 30 anos, Rita está na sua melhor forma – é actual 6ª no ranking mundial - tem o seu próprio programa de televisão, uma academia de bodyboard e é ainda presidente da Associação de Bodyboard da Caparica. Apesar de todos estes feitos, parece que o sucesso não lhe sobe à cabeça e Rita conserva um espírito de humildade genuíno. Acima de tudo, esta certeza do bodyboard nacional é o exemplo perfeito de como deve um atleta gerir a carreira neste deporto. Aquilo que todos invejam neste meio, Rita Pires conseguiu: ser uma atleta dedicada a 100% ao seu desporto. Mas até aqui, houve que percorrer um longo caminho.

                Tudo começou quando Rita tinha 10 anos e, através do seu irmão, experimentou pela primeira vez o bodyboard por mera brincadeira. No entanto, a Praia do Norte, na Costa da Caparica, passou rapidamente a ser a sua segunda casa. Aos 14 anos iniciou-se na competição através do Circuito Regional da Costa da Caparica e, aos 16, competiu pela primeira vez no Circuito Nacional. No seu ano de estreia, Rita não faz por menos e sagra-se campeã nacional, frente à experiente Dora Gomes, que até ali não tinha adversárias à sua altura. O seu primeiro título internacional surge aos 18 anos, em 1996, ao alcançar a Medalha de Ouro no Campeonato Europeu de Juniores. Ao fim de 16 anos de carreira, a Rita já acumula no seu currículo 11 títulos de Campeã Nacional, 5 títulos de Campeã Europeia e 6 representações da Selecção Nacional. E pensar que Rita anda esteve perto de desistir a meio do seu percurso.

                Ao terminar o curso de arquitectura a atleta estava quase decidida a abandonar a competição. É precisamente nesta altura que conhece Romeu Ribeiro que a incentiva a continuar e a faz encarar o bodyboard duma forma mais positiva. Rita não esconde que a presença de Romeu, seu namorado e treinador, foi decisiva: juntos desenvolveram um trabalho em conjunto com vista a atingir um ritmo mais competitivo. Mas um atleta de alta competição, como é a Rita, não se constrói apenas com muito apoio emocional, orientação do treinador e vontade própria. É numa rigorosa disciplina física e mental que reside a sua garra competitiva. Uma rotina de treino intensa composta por corrida, ginásio, yoga e boxe, ajudam a mantê-la em excelente forma. Não é à toa que Rita se dá bem em ondas grandes: já venceu em 2003 e 2005 o Nazaré Special Edition e foi vice-campeã da etapa do circuito mundial Iba Pipeline Pro 2008. Para além do trabalho físico, o trabalho mental também é uma componente essencial: um psicólogo desportivo ajuda-a a manter-se confiante e mais relaxada durante os campeonatos.

                Ultimamente a vida de Rita Pires não se resume só a momentos competitivos. Desde que reuniu condições para se dedicar inteiramente ao bodyboard, apoiada sobretudo pela Deeply, a Rita tem aliado os destinos do circuito mundial a outros, para free surf. Em 2008 bateu o seu recorde de viagens: Ponphei, na Micronésia; Oaho, no Havai; o Rio das Ostras e Itajaí no Brasil; Angelet, na França; passando ainda por Marrocos, S. Miguel, Puerto Escondido e Gran Canária. Entra com o pé direito em 2009 ao empreender uma viagem de um mês às ilhas de Cabo Verde onde, além do habitual free surf, ainda ministrou um workshop de bodyboard aos mais jovens e ao pequeno núcleo feminino da Ilha de S. Vicente. Mais duas etapas do campeonato do mundo fazem-na viajar depois até ao Havai e ao Brasil, onde passa largas temporadas. Com a realização do seu programa de televisão na Sportv3 – a Onda da Rita - surgiu também a oportunidade de visitar destinos há muito adiados: seguiram-se as ilhas Samoa e o Japão, de onde regressou no final de Julho. O que move Rita a passar mais tempo lá fora, do que em casa, não é apenas a competição e o treino. Esta atleta tem também a ambição de divulgar o seu desporto além fronteiras e mostrar a quem fica, as ondas, a cultura, a arquitectura e as gentes de cada país que visita.

                Mais do que superar-se a si mesma, a nível competitivo, desenvolver o seu desporto e unir a comunidade são motivações centrais para Rita Pires. O seu contributo estende-se também à criação da Bboard Academy, com aulas, eventos e workshops da modalidade; passando pela presidência da Associação de Bodyboard da Caparica onde, em conjunto com outros associados, recuperou este ano o Circuito Regional da Caparica.   

                Talvez aqui resida o segredo do seu sucesso… .

 

Texto Publicado na Revista FreeSurf Secção "Flores do Mar"-

Nr. 14 Agosto 2009

 

Mais sobre a Rita em http://ritapires.blogspot.com/

 

tags:
memorizado por LaraR às 17:52
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anonimo a 8 de Outubro de 2009 às 20:42
Adorei o texto, mas quero referir que tem um erro bastante grave. A fotografia que ilustra o artigo não é a Rita Pires, mas sim da Catarina Sousa.
De LaraR a 8 de Outubro de 2009 às 21:45
Tem toda a razão, obrigada pelo reparo. O erro já foi corrigido. As minhas sinceras desculpas pelo equívoco aos leitores e às visadas. Obrigada pela visita!

Comentar post

Eu sou...
tags

todas as tags

Tempo dividido...
Pesquisa
 
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Memórias Recentes

Podia ser tão fácil como ...

Ousar e Vencer

Some summer memories...

Na Onda da Rita

Madeira: um sonho aqui tã...

Guaranteed

Dream as if you'll lve fo...

Madeira das massas...

Boilling Point

Terceira Etapa do Circuit...

Tempos Passados

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Julho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

subscrever feeds